quarta-feira, 19 de março de 2008

Parabéns!


Na cadeira de Jornalismo Digital, da Universidade Católica de Pelotas, a professora Raquel Recuero propôs aos alunos um primeiro contato com esse tipo de jornalismo. Essa experiência aconteceu com a cobertura on-line da aula inaugural de Jornalismo e Publicidade e Propaganda ministrada por Gisele Honscha que falou sobre “O mercado da web 2.0”.

O grupo cobriu o evento através de matérias publicadas neste blog, http://jornalppinaugura.blogspot.com, e informações curtas no Twitter jppinaugura, http://twitter.com/jppinaugura. A equipe se dividiu em funções como: editor de publicações, editor de imagens, editor de vídeos, revisor de textos, redator, repórter, fotógrafo, cinegrafista e suporte on-line de informações.

Este contato mostrou como se dá um processo de cobertura on-line para todos os integrantes. E também a importância da comunicação interna para que tudo desse certo. Afinal, os jornalistas em potencial que trabalharam nesta atividade correram atrás para que as coisas funcionassem. Com certeza, todos estavam na ansiedade da capacidade e na expectativa do sucesso. O resultado está aqui no blog e no Twitter, mostrando o potencial de cada um nesta aventura nova.

Como editora do grupo agradeço o trabalho e incentivo de todos nesta noite. A equipe desta cobertura está de parabéns!

Alessa Rovere
Anelize Kosinski
César Soares
Daniela Agendes
Leandro Prado
Lorena Garibaldi
Maíra Bittencourt
Marcos Leivas
Max Cirne
Raquel Zarnotti



Jennifer Morais

E os alunos, o que acharam?

A estudante de Jornalismo Gabriela Zago (à esquerda) respondeu: “Achei bem interessante, porque já conheço e estudo o tema". Porém, a acadêmica imagina que vários colegas tenham ficado meio perdidos com o assunto.

Danielle Gonzáles (à direita), aluna de Publicidade e Propaganda, destacou a dificuldade que deve ser para uma agência digital trabalhar com tantos elementos. “A palestra foi legal, pois vimos o tanto de ferramentas que dá para juntar em uma campanha publicitária", disse.


Daniela Agendes

Palestrante dá conselhos


O estudante de Publicidade e Propaganda da UCPel, do 6º semestre, Eder Simões Uria, possui um blog sobre Hóquei in line e estava na palestra inaugural de Jornalismo e Publicidade. Ele afirmou que os únicos meios de informação sobre o esporte são o site da Confederação Brasileira de Hóquei na grama (CBHG), no ClicRBS e em seu blog.

No final do evento, Eder conversou com a palestrante Gisele Honsha sobre a dificuldade de receber um feedback dos internautas que acessam o seu blog. "A visita diária é muito grande, mas poucas pessoas deixam comentários", explicou.

Gisele aconselhou o estudante a realizar uma parceria com uma empresa de patins para promoverem uma promoção. "Ela disse para eu agregar valor ao acesso. No fim, ao saber da promoção, as pessoas vão acabar comentando", salientou.


Lorena Garibaldi

Tema deverá ser abordado mensalmente

Uma avaliação altamente positiva sobre a palestra Comunicação Social na web 2.0, conduzida pela jornalista e publicitária, Gisele Honscha, que marcou a aula inaugural do curso de Comunicação Social da UCPel, neste primeiro semestre de 2008.

De acordo com coordenador de Jornalismo da ECOS, Fábio Cruz, a abordagem conseguiu mostrar que cada vez mais jornalismo e publicidade estão se integrando no processo da comunicação digital. “Essas duas áreas estão cada vez mais próximas e inter-relacionadas e por isso idealizamos a palestra inaugural que pela primeira vez reuniu os dois cursos”, destacou Cruz, ressaltando que o evento desta noite (19/03) será o ponto de partida para outros encontros do gênero, não apenas semestrais, mas um por mês.

O coordenador do curso de Publicidade e Propaganda, Michael Kerr, enfatizou as novas situações expostas pela palestrante. “O tema sempre traz novidades porque está em constante atualização. E ela conseguiu abordar essas novidades, instrumentos que se conhece mas que muitas vezes não se pensa em agrupá-los. Realmente muito interessante, a linha de raciocínio desencadeada por Gisele”, destacou Kerr.

César Soares

Exemplo de case apresentado demonstra a ligação com as diversas mídias

A publicitária apresentou na palestra um case muito interessante sobre a campanha da marca de desodorantes AXE. O produto é destinado para o público jovem, porém os maiores compradores são mais velhos. Pensando em focar em seu alvo, a agência decidiu apostar na sensualidade. O trabalho iniciou com um vídeo postado no YouTube - algo semelhante a uma filmagem verdadeira. A idéia era dar impressão que o vídeo fosse real e tivesse vasado. Nele, aparecia uma modelo fazendo striptease e quem assistia esse post, era direcionado ao site interativo da campanha, o Million AXE homepage. O endereço possibilitava retirar mil pixels da imagem e visualizar a modelo com pouca roupa. Foi um sucesso.

Essa não foi a única estratégia planejada pela Cubo. No site oficial da marca, criaram um personagem masculino, inspirado em um cartoon adulto que passava no canal FOX. Além disso, era possível conversar com modelos em chats, conferir ensaios fotográficos sensuais e participar de desafios na comunidade do Orkut. Sem falar em calendários promocionais com as garotas da Playboy.
Todos esses atrativos resultaram em uma grande campanha multimídia para os jovens. Acertaram na mosca! A web e suas ferramentas já provaram que são um nicho a ser valorizado.


Max Cirne


Na teoria e na prática simultaneamente

Da exposição da especialista Gisele Honscha à prática dos acadêmicos que cobriram em tempo real a palestra. Enquanto a palestrante detalhava novas técnicas e conceitos de interação e compartilhamento de informações pela web o exemplo do tema mais evidente veio dos alunos da disciplina de Jornalismo digital que transmitiram o evento por diferentes ferramentas virtuais.

Pelo celular a acadêmica Daniela Agendes esteve transmitindo através do Twitter (http://twitter.com/jppinaugura) detalhes das explanações: com 13 postagens durante uma hora de palestra e diversas pessoas acompanhando. Outro recurso utilizado foi este blog criado para a cobertura, que também acompanhou em tempo real, totalizando - até agora - 15 postagens, atualizando o que acontecia no auditório do Campus II da ECOS. E pelo MSN foi feita a comunicação entre os alunos do auditório e aqueles que ficaram nos bastidores, nas salas de redação cobrindo a palestra.


César Soares

Número de presentes surpreende, mas alunos não ficam até o fim

Ao final da palestra, Honscha disse que ficou surpresa com o número de alunos presentes no evento, principalmente devido a proximidade com o feriado de páscoa. Mas o que não deixou a palestrante satisfeita foi o “desinteresse” de alguns, que saíram antes do final da sua apresentação.


Segundo ela, muitos estudantes ainda não entenderam como as ferramentas da web 2.0 podem ser utilizadas e aplicadas à comunicação.



Raquel Zarnotti

Apresentação de Trabalhos

Após a palestra, Gisele recebeu dois alunos de Publicidade & Propaganda do 7° semestre, Júlio Bassi e Teresa Marins, para avaliar o trabalho produzido pelos alunos na cadeira de "Publicidade e Novas Tecnologias".

Foi produzido pelos alunos, um hotsite feito para a "Axe", focando o público jovem. Segundo Júlio, a experiência foi bastante construtiva.

"Por ter apresentado um trabalho para uma profissional especialista na área de Web, foi muito interessante e construtivo ter essa avaliação pela Gisele. Fiquei muito feliz também por ela ter gostado do site" - disse Bassi.

O hotsite produzido pelos alunos não se encontra disponível na Web, mas pode ser visto na imagem lobo abaixo.




Marcos Leivas

Final de Palestra - Podcast

Podcast com as informações finais da palestra de Gisele Honscha.
Marcos Leivas

O Cinema e a Web

Será que o cinema pode acabar com as possibilidades de download de filmes que a internet traz?

Essa foi a questão levantada por Diogo Madeira, acadêmico de Jornalismo da UCPel.

Gisele Honscha considera que não, e deu como exemplo o filme Tropa de Elite. Para a mestranda em Comunicação e Informação na UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), os produtores conseguiram converter o problema com a pirataria em uma boa publicidade.

Prova da "democracia" e facilidade que a internet traz ficou marcada por esse filme.

De acordo com pesquisa do Datafolha, de 4 de outubro, antes da estréia no cinema, "Tropa de Elite" já havia sido visto por 19% dos paulistanos. É possível dizer que 1,5 milhão tiveram acesso ao longa-metragem. Foram entrevistadas 601 pessoas e a margem de erro é de quatro pontos percentuais.


Daniela Agendes

Término da Palestra

Após o término da palestra, Honscha abriu espaço para perguntas da platéia. Diogo Madeira, acadêmico de Jornalismo, foi o primeiro a perguntar sobre a relação do cinema com a Internet, de o porquê das pessoas não comprarem mais DVD's e baixarem os filmes da Internet, se ela achava que o cinema poderia morrer por causa disso.

A segunda pergunta Júlio Bassi, acadêmico do 7° semestre de Publicidade & Propaganda, abordando a relação dos jogos on-line com a publicidade e como foi a experiência da agência de Gisele em trabalhar com esse nicho de mercado.

Para a pergunta de Júlio, Gisele disse que é muito bom trabalhar com isso e que os jogos não podem ser muito complicados para atrair cada vez mais pessoas para esse nicho.


Marcos Leivas

Tradutor de libras também está presente na palestra


O estudante de jornalismo, Diogo Madeira, acompanha a palestra da jornalista e publicitária Gisele Honscha através do tradutor de libra Felipe Santos. Isso possibilita uma palestra mais segura para compreensão do aluno com deficiência auditiva que está presente no auditório.


Leandro Prado

O que é WEB 2.0?


A web 2.0 é uma segunda geração de internet, um ambiente de geração de serviços online interativos, como: Orkut, blogs, e outros sites que haja interação entre usuários e sites.


O termo web 2.0 foi criado em 2003 pela empresa dos Estados Unidos O'Reilly Media com intuito de criar uma segunda geração de serviços da Web, como exemplo:as aplicações em folksonomia e redes sociais. Uma nova forma de pensar Web, desde seu desenvolvimento, para que haja uma diferença no produto final.Ou seja, que o ambiente on-line seja mais dinâmico com a colaboração dos internautas para com os conteúdo.


Podemos comparar algumas ferramentas existentes na web 1.0 e 2.0 veja o quadro a seguir:

Web 1.0 X Web 2.0

Páginas pessoais

Blogs

Britânica Online

Wikipédia

Publicar

Participar

Programas em pacotes

Aplicações Web

Favoritos

Social Bookmarting

Conteúdo estático

Conteúdos dinâmicos

Visitação de página

RSS


A enciclopédia Wikipédia é um exemplo real de web 2.0, pois é um site que as informações podem ser modificadas pelos internautas.

Porém existem pesquisadores que considera, a divulgação da Web 2.0 um golpe de marketing, pois acreditam que a internet já traria interatividade e a colaboração e a interação online seria um processo natural de desenvolvimento online e que todas as discussões em tono desse assunto seria uma estratégia de marketing, mas essa é apenas uma corrente de opinião entre pesquisadores.

Alguns termos da web 2.0

Blogs: "Site" disponível para publicações gatuitas disponível para internautas, os blogs é o intrumento mais antigo de web 2.0, onde visitantes podem publicar postagens e deixar sua opinião sobre o assunto.

Wikis: São sites comunitários que além disso podem ser alterados por qualquer usuário da internet. Como exemplo de Wikis temos a referida enciclopédia Wikipédia, que é escrita por leitores e colaboradores voluntários.As wikis também são utilizadas em empresas, pois então os funcionários podem colaborar com os sites.

RSS: Abrevia o termo "really simple syndication" que em português significa distribuição realmente simples, ou seja, é um modo de partilhar informações na internet. o RSS é uma ferramenta de distribuição de mensagem automática entre os usuários de um site. Ex: quando o intenauta solicita informações das ultimas atualizações de um site, através de cadastro.

Social Bookmarking: Também conhecido como favoritos, é um sistema online gratuito, que disponibilizam seus favoritos na internet.


Maíra Bittencourt

O Contato com o Grupo RBS

Honscha conta sobre a experiência que teve em conhecer o Grupo do Clicrbs e todos jornalistas com blog da Zero Hora. Ela falou sobre a necessidade deles em possuírem um blog para redigir fatos e demais textos do dia-a-dia. Citou alguns exemplos, entre eles, David Coimbra.
Gisele falou também que a audiência dos blogs é muito importante para mantê-los ativos, atualizados constamente não somente pelos jornalistas do Grupo RBS, mas também para os blogueiros não-jornalistas da Web.



Marcos Leivas

Vídeo da Palestra

video

Confira um trecho da palestra de Gisele Honscha.



Marcos Leivas

Palestra Ao Vivo no Twitter



A palestra de Gisele Honscha também pode ser acompanhada pelo Twitter. Basta acessar o site e acompanhar minuto a minuto os flashes da palestras. O endereço é o seguinte: http://twitter.com/jppinaugura.



Marcos Leivas

Palestrante começou na ECOS

Gisele Honscha estudou na UCPel. Começou no curso de Jornalismo, mas a publicidade também chamou a atenção dela. O interesse pela área digital surgiu nas aulas da professora Raquel Recuero.

Ao perceber que esse era um mercado promissor, Honscha resolveu seguir pesquisas na área de blogs, sendo orientada pela professora que a inspirou a seguir nessa área.

Pós-graduada em tecnologia da informação, ela agora faz mestrado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em comunicação e informação com a orientação do professor Alex Primo.


Raquel Zarnotti

Estudantes comparecem em peso na palestra

Auditório do Campus II da UCPEL está lotado para a aula inaugural dos Cursos de Jornalismo e Publicidade & Propaganda. Mais de 100 alunos da Comunicação Social estão presentes na palestra de Gisele Honscha, publicitária da Agência Cubo, da capital gaúcha. Alguns interessados não conseguiram cadeira disponível, o lugar arranjado para sentar foi mesmo o chão. Mesmo desconfortáveis, eles preferiram não perder o evento. Vários professores dispensaram seus alunos, comparecendo também em peso.


Max Cirne

Tema gera expectativas entre acadêmicos

A proposta da Escola de Comunicação Social (ECOS) da Universidade Católica de Pelotas em fazer a aula inaugural de 2008 dos cursos de Jornalismo ção mobilizou os acadêmicos e gerou muitas expectativas positivae Publicidade & Propaganda com a palestra da especialista em Tecnologia da Informação, Gisele Honscha


O tema "Comunicação Social na Web 2.0" pode até dividir opiniões quanto à sua instituição, mas compartilhou o interesse dos futuros comunicadores. Para o jovem Matheus Kerr, 19 anos, nos primeiros semestres do Jornalismo, o assunto não poderia ser mais apropriado: “é um tema que está se consolidando, sei que ela é formada aqui e espero absorver novos conceitos e pensamentos sobre a mídia digital”, projetou.

Na mesma linha de raciocínio, a acadêmica Wanda Leite, do sexto semestre e atuante no rádio há oito anos, acredita ser um conteúdo forte em termos de comunicação digital e também revelou seu interesse pelo tema: “a pauta é relevante porque vai nos auxiliar na disciplina de Jornalismo Digital e mais do que isso quero ficar por dentro destes novos recursos e ferramentas que estão surgindo para comunicação”, comentou.


César Soares

Comunicação Social tem primeira aula inaugural

A primeira aula inaugural da Comunicação Social começa com as boas-vindas do coordenador do curso de Jornalismo, Fábio Cruz. Ele falou sobre a interação que esse tipo de evento proporciona aos alunos de jornalismo e publicidade e salientou ainda que este será o primeiro de muitos desse tipo. O coordenador se encarregou também da apresentação da palestrante Gisele Honsha aos alunos.


Raquel Zarnotti

Web 2.0 é tema da aula inaugural da Comunicação Social

A Comunicação Social realiza hoje, 19 de março, a aula inaugural do curso. A palestra que dá início ao semestre letivo conta com a presença de Gisele Honscha. Formada em Jornalismo e Publicidade & Propaganda pela Universidade Católica de Pelotas, hoje ela trabalha na filial Agência Cubo, em Porto Alegre.

Dentro do tema da palestra, O mercado da web 2.0, Honsha vai trabalhar quatro tópicos. No primeiro vai falar da trajetória pessoal de trabalho, depois sobre as definições e ferramentas da web 2.0, a utilização dessas ferramentas e por último apresenta um case de trabalho.


Raquel Zarnotti